Home / CGI / Conheça o Chipre, país aonde a SSVP acaba de chegar

Conheça o Chipre, país aonde a SSVP acaba de chegar

 

Vila de Moutoullas, no Distrito de Nicosia, Chipre.
Foto: Pixabay/Dimitrisvetsikas

O Chipre é uma ilha do Oriente Médio, localizada a leste do Mar Mediterrâneo. Em sua história, foi dominada por povos como persas, assírios, egípcios, romanos, otomanos e britânicos.  Teve sua independência em 1960 após um tratado em que participaram o Chipre, Inglaterra e Grécia.

Durante os séculos XVI e XIX a Ilha de Chipre foi dominada por povos turcos que levaram ao povo da ilha pobreza e a revolta.  Em 1878, o Chipre passa a ser um território de domínio britânico, e se transformou em um local estratégico importante do ponto de vista comercial e militar para os ingleses. Foi colônia inglesa até 1960. Na década de 1970, ocorreu tentativa de incorporar a ilha à Grécia, mas povos de origem turca não permitiram e criaram a Republica Turca do Chipre no Norte para conter o movimento. Hoje a República Turca do Chipre no Norte não é reconhecida pela Organização das Nações Unidas (ONU).

A geografia do país é constituída basicamente de montanhas, com uma área pouco menor que dez mil quilômetros quadrados e pouco mais de um milhão de habitantes. Os Cipriotas, pessoas naturais do Chipre, têm dois idiomas: o grego ao sul e, ao norte, o turco.  A Igreja Ortodoxa é a que tem maior concentração de fieis, que chega a 72% da população. O número de católicos é de apenas 8%.

As principais atividades econômicas do pais são a prestação de serviços, o turismo e a agricultura. O país é membro da União Europeia e tem o Euro como moeda oficial.

Esse é o pais onde foram fundadas as Conferências São José da Aparição, que está localizada em Larnaka, cidade a sudeste do país, e a Conferência Santa Marica, na Capital Nicosia. O trabalho para a fundação ocorreu em outubro de 2018 e foi coordenado pela consócia  Ella Bittar, vice-presidente Territorial Internacional para o Oriente Médio, que ficou responsável por acompanhar o trabalhos das duas novas conferências. O trabalho para a fundação contou com reuniões, visita a igrejas, palestras sobre o trabalho e origens da SSVP.

“Quero agradecer, primeiramente a Deus, por nos ter permitido alcançar esse objetivo e, especialmente, à Igreja Católica do Chipre, que vem dando o apoio necessário para que conseguíssemos fundar as duas Conferências”, externou Ella. A missão no Chipre só foi possível graças ao apoio, ao encorajamento e à presença da Igreja ao nosso lado. Novas Conferências deverão ser criadas no Chipre em breve, tendo em vista a excelente receptividade do clero e dos católicos em geral. A motivação é muito grande.

Também o 16º presidente geral da Sociedade de São Vicente de Paulo se manifestou sobre essa excelente notícia para a SSVP e para a melhoria da atenção aos mais excluídos. “O projeto SSVP Plus vem caminhando a passos largos. Nesses dois anos de mandato, já conseguimos levar a semente da SSVP para a Albânia, a Libéria e o Chipre. Ainda temos outras nações em vista. Agradecemos aos Conselhos Superiores que têm nos ajudado nesta tarefa, com recursos econômicos e materiais de apoio”, afirmou o confrade Renato Lima.

Agradecemos do fundo do coração, ao apoio incondicional do Monsenhor Youssef Soueif, bispo maronita de Nicosia, que, durante as homilias no dia da fundação das Conferências, motivou os paroquianos a ingressarem na SSVP. Monsenhor Youssef designou o padre Akl Abi Nader para acompanhar a Conferência de Nicosia, e a Irmã Teresa para acompanhar o início do crescimento da Conferência de Larnaka.

O Chipre é o país de número 154 a contar com o trabalho da Sociedade de São Vicente de Paulo.

Membros da SSVP no Chipre

Fontes: Conselho Geral Internacional e Wikipedia.

Veja também

Inscreva-se para a Formação sobre Secretaria

Secretários de Conferências e de Conselhos são convidados a participar desta grande formação, que vai …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *