Home / Artigos / O que é e como funcionam as missões vicentinas

O que é e como funcionam as missões vicentinas

É uma forma diferenciada de reconhecer o trabalho realizado por nossos irmãos vicentinos que estão afastados, por motivo de saúde, idade (sem condições de participar das reuniões da conferencia). A visita missionária consiste numa forma de gratidão a um membro que por muitos anos dedicou sua vida ao trabalho voluntário vocacionado na SSVP. A partir do momento que essa pessoa se encontra doente ou a idade avançada, ela deve se tornar um assistido especial da conferencia, recebendo visitas para reza do terço, ou simplesmente para uma conversar. E nas missões é despertada esta ação junto aos membros da conferencia.

Todos somos chamados a ser missionários. Deixar nosso comodismo e sair ao encontro do próximo: que pode ser um idoso (a), um doente ou mesmo um membro afastado da conferencia por algum motivo. O missionário vai ao encontro desse irmão, para ouvi-lo, para rezar com ele, para motivá-lo a retornar à unidade (quando for caso do afastamento por motivo de algum desentendimento). Em todas as situações, a visita é um momento especial. Dessa forma, a alegria é recíproca; se o visitado sente alegria de receber a visita, o missionário sai renovado e fortalecido no exercício da caridade missionária. A cada visita realizada, aprende-se mais e nos tornamos fortalecidos e certos da nossa missão.

Missionário vicentinos em visita a casa de um vicentino afastado.

As missões em nível do Conselho nacional do Brasil acontecem em nível nacional, em vários estados ou municípios e o tempo de duração pode chegar a semanas. São membros da SSVP que se dedicam ao serviço missionário e sentem prazer em realizar esse trabalho, porque realmente é muito gratificante levar uma palavra amiga, um sorriso, um abraço, aos irmãos afastados. As missões dentro dos Conselhos Metropolitanos funcionam, nas áreas dos conselhos centrais indo até os pontos mais necessitados desse trabalho.

A cada missão é realizado uma formação missionária com os participantes.  Durante a missão são feitos momentos de orações, de envio e de partilha com os missionários. Momento em eles fazem suas colocações de como foi à visita, qual a opinião de cada um e qual o ensinamento fica para cada membro. Após a realização da missão, é elaborado um relatório sobre todas as visitas; quais os pontos positivos, os negativos, com sugestões e recomendações para serem seguidas, a partir das missões. Para que os membros das conferencias, deem continuidade ao trabalho missionário em suas unidades. Esse relatório é passado aos presidentes das conferencias.

“Em 22 de outubro de 2017, Dia Mundial das Missões, o Papa Francisco durante o ângelus anunciava publicamente para toda Igreja sua intenção de proclamar um Mês Missionário Extraordinário em outubro de 2019 para celebrar o centenário da carta Apostólica Maximum Illud de seu predecessor o Papa Bento XV”.

“Não se esqueça: dia 20 de outubro, é o DIA DA MISSÃO. Todas as unidades são convidadas para que nesse dia esteja em ação missionária”.

 Consocia Vera Lucia Domingos, atualmente está na Coordenação do Departamento Missionário Do Conselho Metropolitano de Brasília-DF

Veja também

A Simplicidade na SSVP

Confrades e Consócias do Conselho Metropolitano de Brasília, permitam-me, hoje, compartilhar com vocês o que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *